Como fazer uma Transição de Carreira para outra Completamente Diferente

O-cliente-esta-em-duvida-sobre-o-que-quer-salve-se-quem-puder-televendas-cobranca

A transição de carreira é tema relevante, que não se esgota, tão pouco isenta de reflexão profunda, porque não é apenas “mudança de emprego”, na verdade, assume dimensões gigantes de decisões, reestruturação e quebra de paradigmas.

Existe ainda um “porém” importante, quando se decide ou as conjunturas levam o profissional e direcionar sua carreira para outra área diferente da qual está estruturado o seu sistema de trabalho: a transição de carreira como decisão ou necessidade.

A transição de carreira é estar diante de um novo caminho, com novos e grandes desafios, mas também com a possibilidade de se reencontrar, de descobrir todo o seu potencial profissional, e isso não deve ser ignorado, ao contrário, que seja bem vinda à nova proposta, pois talvez seja o meio de sua realização até então estagnada.

O medo está presente nas várias nuances da transição de carreira

Sentir medo e insegurança e dúvidas é absolutamente normal em um processo de transição, até seria irônico a frieza diante da decisão, ou necessidade de mudar radicalmente de carreira.

Mas se diante da análise sobre a sua situação profissional, chegou aos seguintes resultados:

  • O sentimento de descontentamento generalizado em relação ao trabalho;
  • Até tem um bom salário, mas sem valor;
  • Falta de perspectivas;
  • Fica cada dia mais difícil pensar no seu futuro
  • Você pode até gostar do seu emprego ou da sua profissão mas não consegue ver mais utilidade nele
  • Começa achar que não está aprendendo nada sente-se frustrado.
  • Perde a hora de seus compromissos e fica desorganizado com frequência
  • Sua energia fica baixa e perde o interesse por estar com os colegas do trabalho ou criar projetos novos

E o pior de tudo, alto nível de ansiedade e apreensão e até irritação, em suma não existe felicidade no trabalho, tão pouco no ato de trabalhar.

De fato, este é o momento em que a transição não tem como ser adiada.

A esperança e que tudo poderá se modificar na carreira atual, não contempla certeza, tão pouco vai subsidiar a satisfação que tanto deseja, e que lhe é prazerosa, por isso, o ímpeto da mudança deve ser embalado no caminho de possibilidades, que só nasce a partir da decisão de seguir em outra direção, de buscar qualificação e trilhar o novo caminho, a nova carreira.

A pressa e a imparcialidade são inimigas da transição de carreira

Considerando que passamos grande parte de nossa vida trabalhando, você já reservou um tempo apenas para pensar sobre sua vida profissional, simplesmente realizar a autoanálise que contempla entender e conhecer um pouco mais sobre si, sobre qual trabalho te faria bem feliz, por exemplo?

  • Quem deseja sucesso profissional, cria a si próprio, não se limita a influências externas do tipo “acompanhar a massa”, ou “fazer o que dá dinheiro”, ao contrário, entende, define e direciona sua carreira profissional para a transição e em muitos casos totalmente as avessas da sua atual.

A transição de carreira para outra completamente diferente tem haver com a vontade de ser feliz por inteiro!

Não são os loucos que largam tudo e recomeçam em outro ramo totalmente diferente, pelo simples fato da busca latente em suas vidas! São os sóbrios, que percebem vitórias após as dificuldades.

E que enxergam na nova carreira, possibilidades até então omissas, apesar de parecer terem tudo. São muitas histórias que trazem vigor para a transição de carreira, que enaltece:

  • A vontade e o desejo de recomeçar todos os dias;
  • A aceitação de que o trabalho é extensão da casa e vice-versa, mas sem imposição, mas sim por prazer;
  • O algo mais que satisfaz no ambiente de trabalho.

Além disso, não podemos deixar de falar de paixão, habilidade, vocação, pois a transição é a oportunidade, talvez única, de poder dizer: “…Me sinto pleno e realizado profissionalmente”

Já avaliou suas possibilidades para a nova carreira?

Agora que você já tomou sua decisão, refletiu, está disposto a mudar de ramo para outro bem diferente, é o momento de iniciar sua transição.

Leve em consideração:

  • Análise do novo mercado

Sim porque você está diante de um novo desafio, com situações diferentes, onde as premissas de trabalho serão outras e é importante que a interação aconteça.

  • Planeje

Cada momento da transição vai exigir de você, um novo plano, com direção, ação e feedback.

  • Desenvolva-se

A sua nova carreira é sua paixão? É inerente a você? Ótimo, estou feliz por você, mas isso não quer dizer que não necessita de atualização e desenvolvimento permanente.

  • Defina prazos

A nova energia, a empolgação são ótimos motivadores, e para que não os perca de vista, definir prazos são importantes.

Enfim, a transição de carreira para outra completamente diferente, é a cada dia mais comum, pois tem haver com “ter um propósito” e com a consciência de que não é necessário o conformismo quando acredita em si próprio.

Se você encontrar ou tiver um trabalho que te transforma, te enriquece, te faz uma pessoa melhor e agrega para que está à sua volta então você está vivendo uma vida com sentido.

Mas se você contas os minutos para terminar seu dia, reza e fica aliviado quando chega sexta-feira ou trabalha somente para pagar suas contas e se aposentar, então cuidado!! Está na hora de repensar sua carreira.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *